O mito da “cidade modelo” | Abordando a luta do MTST, vídeo documental discute a questão habitacional em Curitiba

Trabalho realizado pelo mandato Goura ouviu especialistas além de lutadoras e lutadores das ocupações em Curitiba, palco da recente tragédia com moradias queimadas pela polícia

Na madrugada da sexta para o sábado da semana passada, dias 7 e 8 de dezembro, um incêndio crimonoso destruiu entre 200 e 300 moradias no bairro CIC (Cidade Industrial de Curitiba), na capital paranaense. Ainda sem os responsáveis devidamente apontados, os moradores da Ocupação 29 de Março, que foram alvo dessa violência, acusam as forças policiais pela tragédia. Segundo quem viveu de perto o drama, o incêndio seria uma retaliação da Polícia Militar pelo assassinato de um soldado da corporação na região.

O crime, que deixou centenas de pessoas sem ter onde dormir, é parte não só da violência policial, calcada no autoritarismo que vive seu auge no Brasil, mas também evidencia uma questão urgente em Curitiba e em todo o País: o descaso do poder público com o déficit de moradias, que atinge sobretudo a parcela mais pobre da sociedade.

O mandato do vereador Goura Nataraj (PDT) — eleito deputado estadual do Paraná na última eleição — produziu um vídeo-documental que aborda a questão habitacional e a falácia da dita “cidade modelo”, conceito que por anos tentou ser associado à Curitiba.

O filme, de pouco mais de 10 minutos, mostra a luta de diversos guerreiros e guerreiras de diferentes movimentos de moradia, entre eles, o MTST e suas ocupações na capital do Paraná (Tiradentes, Dona Cida e Nova Primavera).

Assista abaixo e confira que os problemas locais de moradia são parte de algo maior, estrutural, que atinge milhões de famílias em todo o Brasil. Quem ocupa não tem culpa.

MTST, a luta é pra valer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *