MTST

Tribunal de Justiça de SP retoma processo de despejo na Ocupação Douglas Rodrigues, em SP; Leia nota do MIVM

Todo apoio, do MTST, à Ocupação Douglas Rodrigues

Leia, abaixo, nota do Movimento Independente de Luta Por Habitação de Vila Maria

Hoje, terça feira, 6 de fevereiro de 2018, 3 Desembargadores rejeitaram a apelação de nosso Movimento. Alegaram em seus pronunciamentos orais que a Propriedade Privada está acima das vidas de milhares de homens, mulheres , jovens e crianças. Esses senhores representam as atuais instituições apodrecidas de nosso país. Cinicamente tentam esconder que a empresa que se arvora proprietária do terreno de 50 mil metros quadrados na Vila Maria é uma fraude, deve milhões aos cofres da União, está condenada pela Justiça Federal e deverá ter esse imóvel arrestado ao patrimônio da União.

Entendemos que essa decisão se assemelha a condenação política de Lula. O mesmo Judiciário, a serviço dos capitalistas, quer nos arrancar o pouco que conquistamos. Mas nosso movimento está firme! Vamos transformar nossa indignação e revolta em força coletivamente organizada. Nossas 2 mil famílias aprenderam ao longo dos quase 5 anos de luta a resistir, aprenderam a arrancar dos poderes públicos aquilo que é nosso direito! Ninguém vai arredar um pé da Ocupação Douglas Rodrigues!

Queremos agradecer as dezenas de cartas de movimentos irmãos de Moradia, de sindicatos, de entidades estudantis e personalidades do mundo acadêmico que recebemos em apoio nestes dias. Vamos precisar contar agora mais ainda com a força de vocês! Sabemos que nossa vitória depende de nossa força de pressão dentro e fora da Ocupação. Muito obrigado a todos.

*Aos poderes públicos Federal, Estadual e Municipal alertamos: cumpram sua função e resolvam definitivamente a questão fundiária de nosso terreno.* Nossas famílias, se preciso, vão de cabeça erguida resistir. E não estaremos sozinhos. Milhares e milhares em Vila Maria e região estarão conosco!

*Movimento Independente de Luta Por Habitação de Vila Maria – filiado a CMP*

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CAPTCHA