MTST

Pós-documento da CIA: Guilherme Boulos defende em Alagoas revisão da Lei de Anistia

Foto por Mídia Ninja

O pré-candidato a presidente da República pelo PSOL, Guilherme Boulos, apresentou sua plataforma de governo, numa campanha em que ele pretende realizar debates sobre temas fundamentais.

O que, aliás, é cada vez mais difícil, já que as campanhas eleitorais são comandadas pelos marqueteiros políticos, estes personagens sobrenaturais.

Além da taxação dos bancos, que encontram no Brasil o seu paraíso, Boulos defende a “democracia participativa e direta”, com a manifestação periódica dos eleitorais – fora do período eleitoral -, a revisão da Lei da Anistia, principalmente depois da divulgação de um documento da CIA – agência de inteligência dos EUA -, em que o ex-presidente Geisel teria autorizado a execução de adversários políticos:

“O Brasil não pode ignorar esta revelação, até em respeito às famílias das vítimas.”

 

Por Ricardo Mota

Fonte: TNH1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CAPTCHA