Nota de repúdio em solidariedade às famílias sem-teto do MTST despejadas brutalmente pela GCM de Guarulhos ontem

Fonte: Círculo Palmarino

A militância do Círculo Palmarino reunida neste domingo, 09 de abril, vem a público repudiar a ação inaceitável e truculenta por parte da prefeitura de Guarulhos, através da GCM, de forma covarde e arbitrária, reprimindo com brutalidade às pessoas trabalhadoras, mulheres, crianças, idosos, não poupando ninguém, atuando com a mesma lógica militarizada, que é marca das políticas genocidas, com bombas, balas de borracha, spray de pimenta e cacetetes; esta mesma lógica é responsável pelo extermínio das juventudes negras periféricas e encarceramento de mulheres negras e pobres. E toda ação se deu sem sequer mandado de segurança, agindo de forma ilegal e arbitrária.

A luta pela moradia é justa e reveladora do caráter excludente do capitalismo, sob a mão dura da especulação imobiliária. Não podemos aceitar a criminalização das lutas sociais e de lutadoras e lutadores. Sobretudo, em tempos de golpe e retrocessos violentos, aumento da dureza da vida;

Dessa forma reafirmamos nosso total apoio a luta pela moradia popular.

Enquanto morar for privilégio, ocupar é um direito!

Fora Temer! Diretas Já!

Rumo a Greve Geral 28 de abril!

Ocupar, Resistir e Transformar.

Círculo Palmarino, São Paulo, 09 de abril de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CAPTCHA