MTST

Mulheres do MTST, a luta é pra valer!

Por Brigada de Comunicação

Foto por Mídia Ninja

Na madrugada de 25 de novembro, dia internacional de combate à violência contra a mulher, cerca de 300 mulheres do MTST, Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto, ocuparam um espaço na zona leste de São Paulo, em Itaquera. Assim, fizeram nascer um novo tipo de ocupação, ampliando a luta pela moradia e ocupando, também, o direito à vida.

Na entrada da nova ocupação foi lido, de forma contundente, um manifesto das mulheres do MTST e destacou-se que, mesmo frente a tantos abusos, silenciamentos e invisibilidades que todas sofrem, ainda mais para as negras, pobres e da periferia, a resistência será forte, e que nenhuma violência será suportada por qualquer mulher que seja.

Foto por MTST

(…)nós, mulheres do MTST, negras, pobres e da periferia levantamos hoje nossas vozes e nossos punhos para dizer BASTA! Não suportaremos um dia mais de violência contra as mulheres(…)

Ressalta-se que, logo pela manhã, o Manifesto das Mulheres do MTST foi apresentado na Reunião Nacional da ASSBGE-SN e dos Núcleos Sindicais. A plenária referendou o documento, reforçando, assim, a luta pelo fim da violência.

Ao longo dos dias estão acontecendo atividades diversas no local e, entre elas, uma roda de conversa e debate. Doações são bem-vindas e podem ser levadas ao local.

A ocupação está localizada na Rua Augusto Cavalcanti, 34 – COHAB José Bonifácio, Itaquera.

Foto por MTST

Mulheres do MTST, a luta é pra Valer!

#LutaDasMulheres #FimDaViolênciaContraAMulher #MTST

Foto por MTST

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CAPTCHA