MTST

Erica Malunguinho: SP elege sua primeira deputada trans e isso é muito importante

Antes de ser eleita deputada estadual em São Paulo, Erica Malunguinho da Silva já estava realizando uma verdadeira revolução na capital paulista. Primeira mulher trans a ocupar uma cadeira na Assembleia Legislativa, criou o Aparelha Luzia, quilombo urbano responsável por fomentar debates e disseminação da cultura entre artistas e intelectuais negros e a sociedade civil.

Desde a fundação, o Aparelha Luzia – localizado no centro da capital paulista, virou ponto de encontro de pessoas negras de todas as idades e regiões. Educação, artes cênicas e visuais, política, racismo, machismo, tudo é debatido neste celeiro inspiracional e inédito no país.

Erica Malunguinho viu sua representação ganhar novos significados. A pernambucana formada em história da arte pela Universidade de São Paulo foi eleita pelo PSOL e se coloca como a primeira mulher trans dona de um cargo eletivo na capital paulista. Agora, Malunguinho vai aplicar seus conhecimentos de artes, educação e capacitação de professores no legislativo. Luta contra homofobia, transfobia, machismo e racismo também estão no pacote.

A luta contra transfobia ganha uma representante de peso

Durante a campanha, que não contou com grandes valores, tampouco tempo de TV, Malunguinho diz pretender incentivar o turismo social em quilombos e territórios indígenas como estratégia de combate ao racismo e fomento da economia sustentável. Claro, direitos da população trans também integram os planos.

A conquista histórica foi recebida com emoção por membros do movimento negro e pessoas que acreditam em uma sociedade inclusiva. No Instagram, Erica agradeceu ao orixá Exu, divindade responsável pela comunicação e por abrir caminho. Laroyê, disse ela.

Erica Malunguinho teve mais de 55 mil votos. Sua eleição mostra que São Paulo é resistência. Ao mesmo tempo em que deposita esperanças em candidatos que defendem conceitos contrários aos de Erica, a capital paulista não desiste de ocupar as trincheiras.

Assim como outras mulheres negras na política, a eleição de Erica Malunguinho são as sementes plantadas por Marielle Franco.

 

 

Por Kauê Vieira

Fonte: Hypeness

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CAPTCHA