MTST

Eleições e intolerância | Guilherme Boulos e PSOL repudiam agressão contra candidato Jair Bolsonaro

Após a covarde agressão contra o candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, na tarde da quinta-feira, 6, em Juiz de Fora (MG), o coordenador nacional do MTST e também candidato Guilherme Boulos condenou o episódio. Seu partido, o PSOL, também soltou nota oficial repudiando veementemente o atentado que, infelizmente, joga mais violência na arena de ideias que é a política. Bolsonaro foi vítima de uma facada enquanto fazia campanha na cidade do interior mineiro, foi operado e já se recupera.

Reprodução

Confira a nota do Partido Socialismo e Liberdade abaixo:

A agressão sofrida pelo candidato do PSL, Jair Bolsonaro, configura um grave atentado à normalidade democrática e ao processo eleitoral. Nosso partido tem denunciado a escalada de violência e intolerância que contaminaram o ambiente político nos últimos anos. Por isso, não podemos nos calar diante deste fato grave.

Repudiamos esse ataque contra o candidato do PSL e esperamos das autoridades as medidas cabíveis contra seu autor!

Executiva Nacional do PSOL
6 de setembro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CAPTCHA