MTST

Acampamento do MST é incendiado no Ceará

A Polícia Militar e o corpo de Bombeiro foram acionados e fizeram diligencias, mas ninguém foi encontrado

Na noite desta terça-feira, (30) por volta das 19 horas, o acampamento Comuna Irmã Dorothy localizado em Tamboril, Ceará, foi incendiado. De acordo com os acampados quatro homens se aproximaram, atearam fogo próximo aos barracos e saíram aos gritos correndo pegaram motocicleta e evadiram-se do local.

As 150 famílias acampados viveram momentos de terror, mas conseguiram controlar o fogo. A Polícia Militar e o corpo de Bombeiro foram acionados. Fizeram diligencias, mas ninguém foi encontrado.

O acampamento Irma Dorothy em Tamboril é uma ocupação realizada pelo MST há 4 anos. As 150 famílias acampadas estão reivindicando a desapropriação da fazenda Cacimbinha unicacio pertencente a família Timbó. Nestes período de acampamento já ocorreram diversas audiências com a Secretaria das Cidades e Instituto do Desenvolvimento Agrária do Ceará (IDACE) do governo do estado e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) que estão realizando vistorias em áreas na região para realizar o assentamento das referidas famílias.

Após o atentado ao acampamento que as famílias acreditam ser criminoso, diversos setores da sociedade civil de Tamboril estão no local prestando solidariedade.

O MST acredita que atitudes como essa de ódio e violência, rasga a democracia. O problema agrário não se resolve com violência e sim com política pública. O MST irá tomar todas as providencias cabíveis para o momento. Afirmamos que continuaremos resistindo e lutando pela desapropriação de latifúndios improdutivos.

A Rádio Camponesa Palmares esteve no local e fez uma transmissão ao vivo em alerta. Confira:

 

Fonte: MST