DIA DE LUTA POR TETO E TRABALHO: MTST protesta em todo o Brasil

 

Foto: Mídia Ninja

Neste dia 19 de setembro o MTST – Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto saiu às ruas de todo o país em luta por Teto, diante do congelamento dos programas habitacionais. O movimento parou vias de 10 capitais brasileiras e chegou a reunir 30 mil pessoas na avenida Paulista, em São Paulo, além de ter ocupado o Ministério da Fazenda, em Brasília.

Num país em que o exército de desempregados já supera 14 milhões de pessoas, a política do Governo ilegítimo de Temer joga a conta da crise nos mais pobres. Com o aumento do desemprego, agrava-se ainda mais o problema da moradia, já que milhares de pessoas ficam sem condições de pagar aluguel no final do mês. Isso fica evidente com o crescimento das ocupações de sem-teto em todo o Brasil.

O Programa Minha Casa Minha Vida Entidades continua com seus recursos contingenciados. Mesmo após acampamento de 22 dias do MTST na Avenida Paulista, em março; mesmo após inúmeras mobilizações em todo o país; mesmo após o compromisso do governo em retomar as contratações, o fato é que nenhuma nova moradia foi contratada este ano pelo Programa.

Dizem que não há recurso. Mas Temer usou R$4 bilhões em emendas parlamentares para que os deputados salvassem seu pescoço e vetasse a abertura de um processo de impeachment em agosto. Só na mala de Geddel havia R$51 milhões, sem contar as outras malas. Somando estes valores seria possível construir mais de 45 mil moradias para o povo brasileiro. Dinheiro tem, só precisa ser destinado a quem precisa. O Movimento exige da dupla Temer/Meirelles a liberação imediata dos recursos para contratação das 35 mil moradias previstas no Orçamento de 2017 para o Minha Casa Minha Vida Entidades e a ampliação destes recursos para o Orçamento de 2018, garantindo o atendimento de milhares de famílias sem moradia.

 

 

One comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CAPTCHA